30 de ago de 2010

NADA
NnBllny
Meus problemas não me entristecem. São ínfimos diante do casal dormindo sobre papel na calçada da Catedral ao meio-dia onde cds piratas de música sacra são vendidos. Pessoas invisíveis entram, rezam e saem. Ao redor a fome, mesmo com tanta propaganda oficial querendo me convencer do contrário. Dentro, a sensação d
e nada em mim, operário da palavra, consciente cidadão sem ser. Isso sim, me entristece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário