2 de set de 2010

A ARTE DOS OUTROS- I
Um dos poemas mais belos e que eu gostaria de ter escrito é de um autor cujo nome não me lembro. Meu amigo Artur Gomes sabe e poderá lembrar-me. O poema é simples, profundo, sensacional. Exatamente assim:


AMOR
TECE
DORES


Uma única palavra gerando tanta vida em um poema único.(Caso saibam/descubram o nome do poeta, me avisem, por favor.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário