2 de set de 2010

LOUVA-A-DEUS
NnBllny

Estendeu as roupas no varal. Depois, estendeu-se sem roupas no chão. Deixou o sol preencher cada vaga do corpo e da alma. Olhou para uma nuvem estacionada tão perto da casa e quis voar, ser libélula, andorinha, anjo... qualquer coisa que tivesse asas. Até mesmo bruxa na vassoura. Caiu dos devaneios 
quando a voz da patroa estrondou nos tímpanos: "Maristelaaaa! Levanta daí sua maluca vadia!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário